Sinais que indicam problemas de controle da produção industrial

Home > Gestão  > Sinais que indicam problemas de controle da produção industrial
observando sinais de problemas na produção

 

A Colet trabalha em diversos tipos de indústrias com a implantação de softwares de gestão (ERPs) voltados para a produção. Neste trabalho que acontece dentro das indústrias, são identificados diversos sinais que indicam problemas na gestão da produção. Problemas esses, que são comuns em diversos tipos de segmentos industriais.

Devido a essas observações, o nosso artigo de hoje tem como proposta mostrar alguns desses sinais que podem indicar problemas no controle da produção industrial. As empresas e seus gestores/lideres precisam ficar atentos a estes indícios para que consigam tratar os sintomas antes que virem problemas maiores.

Identificar antecipadamente os fatos que causam determinados problemas na gestão dos processos pode ajudar na tomada de decisões e evita prejuízos financeiros para as empresas. Confira abaixo os sinais que destacamos:

 

ATRASOS NAS ENTREGAS DE PEDIDOS AOS CLIENTES

Quando começa a acontecer atrasos nas entregas de pedidos, pode-se dizer que diversos outros problemas já estão ocorrendo durante o processo de produção. A programação e o controle da produção podem não estar sendo bem planejados, com falhas no planejamento de materiais, o que leva a falta de matéria-prima na produção.

Outra possibilidade são as paradas de máquinas não programadas por não haver manutenção preventiva. Entre outros problemas possíveis. O atraso na entrega é um dos problemas mais graves, pois impactam diretamente na satisfação do cliente.

 

PARADAS DE MÁQUINA NÃO PROGRAMADA OU OCIOSIDADE NA PRODUÇÃO

Máquinas e equipamentos parados, fora de programação, podem indicar que não foram realizadas manutenções com intervalos previamente determinados.. Se não há programação dessas manutenções a empresa pode perder o controle das atividades. As paradas não programadas dos equipamentos reflete na ociosidade dos funcionários e consequentemente atrasos na produção e nas entregas. O custo da manutenção preventiva é muito menor quando comparado às intervenções corretivas.

 

ESTOQUE LOTADO, MAS FALTA O QUE REALMENTE É NECESSÁRIO

Estoques lotados e falta de matéria-prima necessária é indício de má planejamento de matérias-primas e componentes. Possivelmente, o controle de entrada e saída de materiais não estão sendo bem gerenciados e as consequências refletem diretamente na saúde financeira da empresa. É imprescindível manter um estoque enxuto de produtos e registrar toda a movimentação que ocorrer no almoxarifado, seja entrada, saída ou transferência.

 

O PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO É DEMORADO

As informações estão decentralizadas, registradas em diferentes planilhas, documentos ou ainda pior, não registradas, esse é um dos sinais comuns que tornam o planejamento da produção em algo custoso. É fundamental que o PCP execute o planejamento com agilidade e atualmente existem diversos recursos disponíveis para as empresas terem suas informações organizadas e em tempo real.

 

Em resumo, os gestores devem estar atentos a esses sinais e buscar alternativas para melhoria dos processos e controle da gestão da produção. Somente assim, estarão tratando os “sintomas” e prevenindo “doenças” maiores para a empresa.

 

Sem comentários
Deixe um comentário